Arquivo da tag: telemetria

SOLUÇÕES PARA MANUTENÇÃO DE FROTAS E COMPRAS PARA TRANSPORTADORAS

A BgmRodotec, companhia especialista em tecnologia para o setor de transporte, apresenta na Fenatran soluções com foco na automação e digitalização de processos de transportadoras de carga. Entre os destaques, o novo portal de compra e venda de autopeças e serviços para empresas de transporte, o 99Kote, e lançamento do Manu360, o novo painel de gestão de oficinas que garante a visão geral da área de manutenção.  Além disso, a companhia anuncia uma ferramenta voltada para monitoramento e telemetria via GPS, usada no rastreamento de cargas e veículos, que será integrada automaticamente ao sistema Globus. Continue lendo SOLUÇÕES PARA MANUTENÇÃO DE FROTAS E COMPRAS PARA TRANSPORTADORAS

GORILLA LANÇA CRANE DESK

gorilla igor diniz mario bonizzoni
Os sócios Igor Diniz e Mario Bonizzoni (de crachá)

Durante a M&T Expo 2015, a Gorilla lançou o Crane Desk, após três anos de desenvolvimento da tecnologia. Trata-se de uma solução de telemetria e gerenciamento de máquinas, desenvolvida especialmente para usuários finais, locadores e revendedores de equipamentos, como guindastes, gruas, caminhões, entre outros.

O sistema fornece informações em tempo real, como o controle de horas trabalhadas da máquina, localização, controle de manutenção preventiva e corretiva, monitoramento do combustível. “A solução ainda verifica questões energéticas, como a utilização do ar condicionado a níveis superiores ao suficiente”, comenta Igor Diniz, gerente comercial da Gorilla. Com o fornecimento de relatórios operacionais e gerenciais, representa a diminuição de diversos custos para a proprietária do equipamento.

Atualmente, o Crane Desk se encontra em testes em diferentes guindastes, como um Manitowoc para 250 t e um Terex para 550 t. Esses dois guindastes no Rio de Janeiro, mas há também testes em equipamentos em São Paulo e no Maranhão, por exemplo.

A Gorilla realiza também a certificação de equipamentos, atestando sua eficiência por um ano. “O que costuma dar mais problemas nas máquinas de locadores e usuários finais são o cabo de aço e a lubrificação”, afirma Mario Bonizzoni, gerente técnico da empresa. São e já foram realizadas checagens de itens e acessórios pequenos a até guindastes de 1350 t.